O Vice-presidente da República visitou parte das instalações da Direcção Nacional de Viação e Trânsito, inauguradas em Janeiro de 2015, pelo Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos.
Manuel Vicente apreciou o processo de inspecção de veículos ligeiros e  pesados, que permite aferir o estado técnico dos veículos.

Procedeu a renovação da sua carta de condução e registou os seus dados no sistema tecnológico de apoio ao cidadão (STAC).

O STAC é uma plataforma informática que congrega os dados pessoais do condutor, informação sobre as licenças, os veículos e serviços personalizados prestados aos utentes.

Por seu turno o director-geral adjunto da DNVT, subcomissário Conceição Gomes, informou que a instituição está apetrechada de equipamentos e materiais que permitirá brevemente passar a emitir cartas de condução, em 15 dias.

Disse que actualmente, a capacidade de emissão de cartas de condução e livretes é de 500 diários, com maior garantias de segurança e menos vulneráveis a falsificação.

“As características inseridas na carta de condução não são fáceis de alterar ou falsificar”, rematou.

Fonte: TPA com Angop/AF

© 2018 STAC